Tabela IR PLR 2021

A Participação nos Lucros e Resultados (PLR) possui tributação exclusiva. Sendo assim, de acordo com a tabela IR PLR 2021, quem recebe até R$ 6.677,55, no ano, está isento. A partir daí, as alíquotas são 7.5%, 15%, 22.5% e 27.5%, com as respectivas deduções (conforme tabela abaixo).

# Valor da PLR anual (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IR (R$)
De 0,00 a 6.677,55
De 6.677,56 a 9.922,28 7,5 500,82
De 9.922,29 a 13.167,00 15 1.244,99
De 13.167,01 a 16.380,38 22,5 2.232,51
Acima de 16.380,38 27,5 3.051,53

É importante notarmos que a tributação sobre a PLR é referente ao valor recebido no ano inteiro, portanto, precisamos somar todos valores recebidos a título de Participação nos Lucros e Resultados. Os bancários, por exemplo, recebem duas parcelas de PLR.

O MinhaPLR disponibiliza uma Calculadora PLR para facilitar o cálculo da PLR para bancários, essa calculadora já aplica todos os descontos de impostos de renda.

Como calcular o IR sobre a PLR 2021 (parcela única)?

Algumas empresas fazem o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) em uma parcela única, ou seja, o empregado recebe o bônus somente uma vez no ano. Nesse caso, o cálculo do Imposto de Renda sobre a PLR 2021 é simplificado.

Abaixo estamos propondo um cenário hipotético para exemplificar o cálculo do imposto de renda sobre a PLR:

# Período Valor Bruto Recebido (R$)
Setembro/2021 12.882,58 (*)

(*) É importante salientar que os valores apresentados aqui são brutos, portanto não houve incidência de qualquer espécie de desconto.

O primeiro passo para calcularmos o imposto de renda para o cenário acima é identificar a alíquota do IR que incide sobre o valor bruto recebido em Setembro/2021. Para isso, pegamos o valor R$12.882,58 e consultamos na tabela IR 2021. Na tabela de IR o valor está entre R$ 9.922,29 e R$ 13.167,00, portanto, a alíquota que incide no nosso cenário é 15%. Também é importante pegarmos na tabela IR 2021 o valor que precisaremos deduzir, no nosso caso R$ 1.244,99.

Por fim, para calcularmos o imposto de renda sobre a PLR recebida em Setembro/2021 temos que multiplicar o valor bruto pela alíquota de 15% e subtrair o valor a deduzir. (Conforme exemplo abaixo)

ImpostoRenda2021 = (ValorBrutoRecebido * Alíquota) - Dedução
ImpostoRenda2021 = (12.882,58 * 15%) - 1.244,99
ImpostoRenda2021 = 687,39

Após todos os cálculos acima, chegamos a conclusão que o imposto de renda sobre PLR 2021 é de R$ 687,39.

Como calcular o IR 2021 sobre a primeira parcela da PLR dos bancários?

Para calcularmos o imposto de renda sobre a PLR dos bancários é necessário definirmos um ano como base, dessa forma, para os nossos cálculos consideraremos o ano de 2021. Portanto, consideraremos que primeira parcela da PLR é paga em Setembro/2021 e que a segunda parcela da PLR é paga em Março/2022.

A tributação sobre a primeira parcela da PLR é calculada com base no valor total recebido no ano, portanto, teremos que considerar os valores recebidos em Março/2021 (Segunda parcela da PLR do ano anterior) e Setembro/2021.

Abaixo estamos propondo um cenário hipotético para exemplificar o cálculo do imposto de renda sobre a primeira parcela da PLR dos bancários 2021:

# Período Valor Bruto Recebido (R$)
Março/2021 35.181,79 (*) (**)
Setembro/2021 12.882,58 (*) (**)

(*) Lembrando que também devemos incluir os valores referentes aos programas próprios de cada banco, como PCR, Agir, PPRs, entre outros.
(**) É importante atentar que os valores apresentados aqui são brutos, ou seja, antes da incidência de qualquer espécie de desconto.

Primeiramente é necessário identificar a alíquota de IR que incide sobre o valor recebido em Março/2021, para isso pegamos o valor bruto da PLR em Março (R$35.181,79) e verificamos na tabela IR 2021. No nosso cenário, o valor R$35.181,79 é maior que R$16.380,38, sendo assim, se encaixa na alíquota de 27,5%.

Com a alíquota identificada, podemos calcular o imposto de renda sobre o valor recebido em Março/2020. O valor do IR é dado pela fórmula valor bruto da PLR multiplicado pela alíquota e em seguida subtraído pelo valor a deduzir. Conforme descrição abaixo:

ImpostoMarço = (PLR Bruta Março * Alíquota) - Dedução;
ImpostoMarço = (35.181,79 * 27,5%) - 3.051,53;
ImpostoMarço = 6.623,46;

O imposto de renda que incide sobre o valor recebido em Março/2021 é de R$6.623,46, agora podemos calcular o IR que incide sobre a parcela de Setembro/2021. Para isso, devemos somar o valor bruto recebido em Março/2021 com o valor bruto recebido em Setembro/2021, dessa forma temos:

ValorBrutoTotal = PLR Bruta Março + PLR Bruta Setembro
ValorBrutoTotal = R$35.181,79 + R$12.882,58
ValorBrutoTotal = R$48.064,37

Precisamos identificar a alíquota do IR que incide sobre o Valor Bruto Total. Para isso, pegamos o valor R$48.064,37 e olhamos na tabela IR 2021. Como o valor está acima de 16.380,38 a alíquota é 27,5%.

Por fim, para calcularmos o imposto de renda sobre a primeira parcela da PLR 2021 (Setembro/2021) temos que multiplicar o valor bruto total pela alíquota de 27,5%, subtrair o valor a deduzir e por último subtraímos também o valor do imposto calculado para Março/2021. (Conforme demonstração abaixo)

ImpostoSetembro = ((ValorBrutoTotal * Alíquota) - Dedução) - ImpostoMarço
ImpostoSetembro = (48.064,37 * 27,5% - 3.051,53) - 6.623,46
ImpostoSetembro = 3.542,71

Após todos os cálculos acima, chegamos a conclusão que o imposto de renda sobre a primeira parcela da PLR 2021 é de R$3.542,71.

Como calcular o IR 2021 sobre a segunda parcela da PLR dos bancários?

Conforme dito anteriormente, para calcularmos o imposto de renda sobre a PLR dos bancários temos que utilizar um ano como base, sendo assim, para os nossos exemplos estamos utilizando o ano de 2021. Também consideraremos que a primeira parcela da PLR é paga em Setembro/2021 e que a segunda parcela da PLR é paga
em Março/2022.

Para calcularmos qual será a tributação sobre a segunda parcela da PLR, que será recebida em Março/2022, temos que considerar o valor recebido na primeira parcela da PLR, recebida em Setembro/2021. Para exemplificar o cálculo do imposto de renda sobre a segunda parcela da PLR, iremos propor o seguinte cenário hipotético:

# Período Valor Bruto Recebido (R$)
Setembro/2021 10.479,07 (*) (**)
Março/2022 25.511,60 (*) (**)

(*) Conforme dito anteriormente, devemos incluir os valores referentes aos programas próprios de cada banco, como PCR, Agir, PPRs, entre outros.
(**) Os valores exibidos aqui são brutos, ou seja, antes da incidência de qualquer espécie de desconto ou IR (imposto de renda).

Para calcularmos o IR sobre a segunda parcela da PLR, que será recebida em Março/2022, devemos subtrair o valor recebido em caráter de adiantamento em Setembro/2021 (Primeira parcela da PLR 2021). Sendo assim, para o nosso cenário hipotético, pegamos o valor bruto R$25.511,60 e subtraímos o valor R$10.479,07. (conforme exemplo abaixo)

BaseCalculoMarço = ValorBrutoSegundaParcela - ValorBrutoPrimeiraParcela
BaseCalculoMarço = 25,511,60 - 10.479,07
BaseCalculoMarço = 15.032,53

O valor R$15.032,53 será utilizado como base de cálculo do imposto de renda sobre a segunda parcela. Dessa forma, devemos consultar a alíquota para esse valor na nossa tabela IR 2021. O valor de R$15.032,51 está entre 13.167,01 e
16.380,38, portanto a alíquota será 22,5%.

Com a alíquota identificada para a base de cálculo, podemos calcular o imposto sobre a segunda parcela da PLR dos bancários. O valor do imposto é dado pela fórmula base de calculo multiplicado pela alíquota e em seguida subtraído
pelo valor a deduzir. Conforme descrição abaixo:

ImpostoSegundaParcela = (BaseCalculoMarço * Alíquota) - Dedução
ImpostoSegundaParcela = 15.032,53 * 22,5% - 2.232,51
ImpostoSegundaParcela = 1.149,81

Após todos os cálculos acima, chegamos a conclusão que o imposto sobre a segunda parcela da PLR 2021 é de R$1.149,81.

Por que utilizar a Calculadora IR PLR?

Conforme vimos nos tópicos discutidos acima, o cálculo do IR sobre a PLR é complexo e exige diversas fórmulas, portanto ao utilizar a calculadora IR PLR você conseguirá calcular a sua PLR líquida de uma maneira rápida e fácil.

Clique aqui e calcule agora mesmo a sua PLR líquida, sem a incidência de imposto de renda.